24abr/17

Procrastinação é atestado de incompetência

Competência é o substantivo feminino com origem no termo em latim competere que significa uma aptidão para cumprir alguma tarefa ou função. Adiar o que deve ser feito é uma das piores incompetências que alguém pode apresentar para quem deseja obter os melhores resultados. Primeiro porque desgasta emocionalmente e não se consegue ficar relaxado sabendo que existem pendências importantes à serem concluídas, segundo porque quase sempre envolve consequências e elas podem ocasionar na baixa qualidade da produção por não ter usado o tempo com sabedoria.

Observe a experiência de elaborar um TCC (Trabalho de Conclusão de Curso), por exemplo, quando começamos com antecedência e nos dedicamos para lapidar aos poucos o conteúdo com bastante tempo junto ao orientador, o trabalho, com certeza, atingirá um nível de excelência. Mas infelizmente a grande maioria das pessoas reclamam durante meses que devem fazer o TCC e deixam para encarar o “monstro” perto do prazo se esgotar, o que compromete a qualidade do trabalho apresentado.

Imposto de renda é outro exemplo clássico. As pessoas sabem que não tem como escaparem dessa. No lugar de se livrarem logo de uma vez acabam procrastinando e deixando para o último dia. E eu pergunto: Por quê? Se tiver restituição para receber vai atrasar, vai ficar preocupado pensando na pendência e ainda por cima a hora que não tiver mais como fugir, corre o risco de fazer correndo e cair na malha fina. Se tem que ser feito de qualquer forma que seja o quanto antes.

Quando as consequências envolvem os resultados para si mesmo é uma questão particular de cada um, mas quando envolve outras pessoas que são prejudicadas com a falta de comprometimento do procrastinador é desanimador. É lamentável não poder contar com a responsabilidade que gostaríamos que as pessoas tivessem. Muitas delas nem percebem o quanto atrapalham a vida dos outros com sua falta de responsabilidade em cumprirem prazos.

Com o passar do tempo vamos selecionando as pessoas certas para obter relacionamentos de sucesso. Infelizmente no caminho inevitavelmente vamos nos deparar com grandes decepções. O profissional competente sabe exatamente o que consegue abraçar e se achar que não é possível realizar dentro do prazo estipulado não assume compromissos. Prefere abdicar do projeto do que não cumprir com sua palavra. Prazos envolvem um cronograma a ser seguido. Quando isso é alterado pela incompetência e irresponsabilidade de alguns é atestado de que com aquela pessoa não será mais possível realizar nenhum trabalho. Ao menos que você não se preocupe com excelência e qualidade e nem no quanto sua imagem pode ser afetada por isso.

27mar/17

A importância de conhecer a si mesmo

Não importa onde você está, mas onde você quer chegar. Quanto você investe em autoconhecimento para melhorar teus resultados? Quanto você dedica do teu dia para olhar para si e ver o que está funcionando e o que não funciona tão bem assim?

Se você não sabe para onde vai, qualquer caminho serve e perde-se muito tempo de vida quando trilhamos caminhos tortos que não levam a lugar algum. Quem caminha sem propósito, vive apenas por viver, não faz a menor ideia do motivo pelo qual acorda todos os dias de manhã, nem o que está buscando atingir, muito menos o que lhe faz realmente feliz.

Se as pessoas percebessem a importância de investir em autoconhecimento para aprimorar o seu SER, perceberiam que é daí que surgem as respostas para indicar o que FAZER e assim poder TER tudo aquilo que se quer.

Saber teus pontos fracos e eliminá-los, descobrir teus pontos fortes e potencializá-los. Usar a teu favor aquilo que tu tens de bom. De nada adianta buscar resposta olhando para o que funciona para os outros. É preciso olhar para si para descobrir o que realmente te realiza e que pode te levar muito mais além.

Por Renata Miranda

24mar/17

A hora certa de sair de cena

Para a grande maioria dos homens, há mais amor-próprio do que amor, para a grande maioria das mulheres, o contrário: há mais amor do que amor-próprio.

Ninguém é obrigado a amar ninguém na mesma sintonia. Ninguém é obrigado a sentir as mesmas sensações e valorizar momentos com a mesma intensidade. As pessoas são diferentes. Simples assim. O que não pode é alguém alimentar algo que não condiz com o que se pode oferecer. Isso é falta de caráter. Sem firmeza e coerência nas atitudes. O amor pode ser algo bem simples que envolve uma necessidade de estar perto, de querer bem, de respeitar, de querer sentir o gosto, o cheiro, a pele. Querer ter alguém de estepe para os momentos de tédio não é amor, é querer apenas divertir-se com a cara de alguém satisfazendo desejos mundanos. Covardia. Despertar o amor de uma mulher sem intenção de amá-la como diria Augusto Branco que erroneamente perdeu sua autoria da frase para Bob Marley.

Então por que nos ligarmos a alguém que não condiz com nossas expectativas? Por que nos deixamos levar por uma ilusão besta dentro de uma fantasia de que existe amor no recinto? Um amor de mão única? Amor que só uma pessoa sente dentro de uma relação formada por duas pessoas? Por que somos tão bobas a ponto de valorizar o que não vale um tostão furado? Cito Clarice Lispector, “Tenho meus limites. O primeiro deles é meu amor-próprio.”

Tem momentos na vida que é preciso parar, puxar o freio de mão, retirar o filtro cor-de-rosa da frente dos olhos e olhar para o cenário que se apresenta. Decidir que quem manda nessa porra é você e dizer para si mesma: “No momento, eu só posso sentir por mim. Meu amor-próprio é tão grande que não cabe você”. Frase de Caio Fernando Abreu que se encaixa perfeitamente no contexto. Sendo assim, que saibamos identificar o momento exato de sair de cena, deixando ir embora o que não tem valor algum.

 

Por Renata Miranda

23mar/17

Neutralizando o crítico interno

Dentro de cada um de nós existe uma voz extremamente crítica e desanimadora. Uma voz que perturba muitas vezes a ponto de nos fazer engavetar nossos mais dourados sonhos. Podemos inclusive dar nome para esse “Senhor Crítico” que aparece do nada para nos colocar medo e nos fazer questionar nossa capacidade diante dos desafios. Para completar instala uma emoção negativa toda vez que surge.

É como se alguém falasse ao seu ouvido: Não vai dar certo! Você não vai conseguir! É muito difícil! Você acaba acreditando e desistindo antes mesmo de tentar. Agora pare e pense comigo, se o não você já tem, qual o problema de tentar um sim?

Daí vem a importância de saber meditar, pode ser apenas um minuto por dia. Parar, respirar, ficar presente no presente e limpar a mente dos pensamentos. Meditar não é refletir sobre a vida, pelo contrário, é cessar os pensamentos para interromper o fluxo de emoções negativas que nos perturbam. É colocar o foco nas reações do corpo, ficar consciente do estado de ânimo que nos encontramos, vigiar a mente. Quando conseguimos interromper os pensamentos desligamos o botão que gera emoções oriundas desses pensamentos e assim colocamos a mente a frente do coração.

Não é o que nos acontece, mas como percebemos e agimos com o que nos acontece. Podemos ficar entristecidos e remoendo uma mágoa durante dias se nos deixarmos levar somente pelo lado emocional, mas também podemos encarar a situação de uma forma diferente e decidir desligar o botão da emoção dando por encerrada uma questão sem solução.

É como se viajássemos de férias para um lugar maravilhoso onde nada mais importa e tudo fica insignificante. Mudamos o foco e a mente fica aberta para as coisas boas. Assim é nosso cérebro. Nós é que comandamos isso. Podemos escolher os passos a serem dados. Podemos decidir se vamos escutar constantemente o crítico interno consumindo nossa paz ou nocauteá-lo a cada tentativa de nos desanimar. Eu particularmente já imagino luvas de boxe na bolsa para mentalmente socar a cara do Senhor Crítico cada vez que ele ousar me desafiar. E você? Qual ferramenta vai usar?

Por Renata Miranda

17mar/17

De que lado você está?

Sempre que uma mulher compete com outra, ela se rebaixa. Comparação é atestado de incompetência e insegurança. Quem precisa denegrir a imagem de outra pessoa para sentir-se melhor é porque se sente muito abaixo daquela pessoa por algum motivo.

Seja exigente consigo mesma. Não aceite atitudes mesquinhas abaixo da linha da mediocridade. Concentre-se no seu umbigo e nas suas qualidades na hora de desenvolver-se. Mas lembre-se que seu umbigo só é importante para você. O resto do mundo não gira ao redor dele e caso você morra de uma hora para outra a vida de todas as pessoas seguirá seu curso sem nenhuma alteração.

Identifique quem não agrega e simplesmente livre-se delas. A vida é muito mais interessante do que se imagina quando escolhemos as pessoas certas para nos relacionar. Pessoas que nos estimulam. Que nos melhoram. Que nos trazem sentimentos de amor, alegria e gratidão.

Estaremos sempre cercadas por pessoas do bem e pessoas do mal, cuja energia é perceptível aos olhos de quem sabe observar.

Então pare e observe. Não permita que mentes invejosas atrapalhem o teu caminho. Quem coloca foco e energia em si mesma, não tem tempo para olhar a grama do vizinho. Mais do que isso, faz questão que a grama de todos esteja verde e é até capaz de ajudar a plantar flores para que o todo fique muito mais bonito.

De que lado você está? Que resultados a tua vida apresenta? Que alimento você oferece para o seu cérebro? Que conversas você promove? O que você deixa de bom para as pessoas quando elas terminam de conversar com você? Como você será lembrada pelas pessoas que passaram pelo teu caminho? Pense nisso e escolha o lado que quer ficar.

 

 

 

06mar/17

O poder da Transmutação

A mente é capaz de transmutar energias negativas e maléficas em positividade. Muito do que nos acontece tem 10% de relevância, o resto é apenas a maneira como decidimos que tal situação irá nos impactar.

A conexão mental com algo que nos fortaleça é de fundamental importância para adotar comportamentos que conduzam nossa vida para melhores resultados. Você cria a sua realidade. E ela pode ser boa ou ruim. Por isso é tão importante fazer a mentalização da transmutação. Para dissolver a negatividade do ambiente limpando a alma de quem a faz como se um scanner de luz roxa estivesse passando pelo corpo promovendo a modificação.

Somos energia pura. Somos mente e corpo capazes de ativar os mais potentes fluxos energéticos. O mundo em que vivemos é feito de átomos. Os átomos são feitos de coisas ainda menores chamadas quarks e elétrons. Ainda não sabemos se os quarks são feitos de coisas ainda menores, mas no estudo da física quântica a energia liberada pela mente é extremamente potente capaz de gerar ondas eletromagnéticas que se conectam com outras ondas que circulam na mesma faixa vibratória.

Quando aprendemos a utilizar isso, criamos um poderoso escudo de proteção mental que proporciona força para enfrentar qualquer obstáculo.

Entendeu? Não? Nem eu. Entendidos entenderão. Senão é até melhor deixar para lá. Sim. Sou dessas. Nem tô. Me julguem. Podem me colocar na listinha de doida varrida se quiserem. Mas não digam que eu não avisei.

 

 

 

 

03mar/17

Tire um tempo para ouvir seu coração

 

Na correria do dia-a-dia não conseguimos parar para prestar atenção no que realmente deve receber a nossa atenção. Nosso dia é tão curto. Nossos sonhos tão grandes. Mas nossa determinação em realizar tudo aquilo que queremos depende do quanto conseguimos escutar o silêncio da nossa mente. É preciso eliminar os ruídos. As distrações. Os desvios.

Para conseguir fazer isso é porque chegamos num limite onde tudo a nossa volta parece estar saturado. Chegamos num ponto onde não queremos mais fazer parte de um grupo que não sabe para onde vai.  As pessoas superficiais demais. As conversas sem sentido. Não existe um motivo específico que as levem a fazer o que fazem todos os dias. É como se estivessem no piloto automático vivendo suas vidas como se isso fosse algo banal e sem propósito. Sem nenhuma necessidade de evolução. Sem nenhuma necessidade de fazer algo por alguém. Algo vazio. Sem uma boa história para contar. Daquelas que se conta para os netos,  onde somos o grande protagonista que será lembrado com carinho e respeito.

Do lado da reflexão, ficam as pessoas consideradas loucas por acreditarem em suas próprias verdades. Pensarem com suas próprias cabeças, criando novos caminhos, muitas vezes ousados, abrindo trincheiras para que outras pessoas possam experimentar os efeitos do conhecimento. Seja ele qual for.

É difícil viver num mundo com comportamento de manada e não querer seguir o que todo mundo faz. Viver uma vida por tua escolha e não por pressão social ou atendendo as necessidades e expectativas de outras pessoas. É difícil andar na contramão do mundo. Mas é muito mais difícil viver uma vida sem propósito onde não sabemos e nem fazemos questão de saber do porquê de estar aqui.

 

Por Renata Miranda

22fev/17

Empoderamento Feminino

Empoderar-se é tomar as rédeas da própria existência conhecendo o seu poder pessoal e profissional e usá-lo a favor da sua felicidade. É não abrir mão da sua liberdade de fazer escolhas baseado nas suas crenças observadas por um filtro livre da opinião alheia.

Nossas escolhas definem quem nós somos. Nossas atitudes determinam nossa altitude. O limite que podemos alcançar deve ser escolhido por nós e não pré-estabelecidos por quem acredita em dar conselhos furados sem total conhecimento do que realmente nos faz feliz.

Me pergunto: Por que algumas pessoas se contentam com tão pouco? Em contrapartida, por que outras pessoas conseguem absolutamente tudo que querem? O que diferencia as pessoas de muito sucesso das fracassadas? O filtro pelo qual percebemos o mundo seria a melhor resposta para essas questões. Algumas pessoas enxergam possibilidades e descobrem sempre novos caminhos por adotarem uma atitude positiva diante da vida.

Focar em si próprio e como construir um caminho de sucesso é o primeiro passo para obter poder de escolha diante da vida. Mas não depender dos outros para fazer escolhas, requer batalhar principalmente pela independência financeira, sem isso você é refém de quem quer que seja, que mesmo inconsciente, estará em posição de superioridade sobre você.

Regras só servem para colocar certa ordem no ambiente, mas jamais para determinar nossas escolhas. Quem sabe da sua vida é você e ninguém está dentro do seu cérebro 24 horas por dia para saber os motivos que te levam à tomada de decisões, logo, ninguém tem o poder de colocar suas crenças em cima das decisões dos outros. Um conselho não passa de um mero conselho para provocar reflexão. A decisão final pertence a uma única pessoa, você.

Nós fomos condicionadas a acreditar que há um caminho a ser seguido baseado nas crenças de nossos pais, professores, líderes religiosos e todas as pessoas que transmitiam credibilidade que atravessaram o nosso caminho. Mas nem todo mundo tem certeza das suas certezas e a vida vai ensinando que novos caminhos podem ser muito melhores do que a trilha seguida.

Li por aí uma frase que resume bem o que estou dizendo: “Pensar com a própria cabeça em um mundo que ensina as mulheres a olhar ao redor para descobrir a opinião dos outros, não é tarefa fácil. É preciso assumir uma busca constante pelo próprio desejo em vez de responder sempre as expectativas externas”

Empoderamento. Estabelecer as próprias regras sentindo-se confiante, leve, entusiasmada com a própria vida, senhora do seu destino, e como consequência conseguir um elevado nível de satisfação consigo mesma. Posso garantir que liberdade não tem preço que pague. E a vida é muito curta para entregar o direito de fazer escolhas nas mãos de alguém que não seja você mesma. Crie a sua realidade. Você pode muito mais. Resta saber se quem decide é você ou o seu papel no mundo é ser marionete na vida de alguém.

 

Por Renata Miranda

26jan/17

Nós temos o controle do lugar que queremos estar

Somos energia. Enviamos sinais magnéticos o tempo todo. Como um imã atraímos tudo aquilo que pensamos. A mente molda absolutamente tudo que é percebido. Pensamentos geram sentimentos que geram comportamentos. O homem torna-se o que pensa. Isso não é filosofia, mas física-quântica pura.

Nesse momento estou com o braço em recuperação quase completando 45 dias de gesso. Quebrei patinando aparentemente porque fui fazer uma manobra e estava sem a proteção da munhequeira. Poderia resumir assim, não? Mas na verdade não foi nada disso. Eu atraí essa fratura com a minha energia que no momento estava bem negativa.

Quem me conhece sabe que estou sempre bem-humorada fazendo piadas e dando risadas. Encaro a vida com muita positividade e alegria, mesmo nos momentos mais difíceis. Dessa vez meu marido levou as crianças para me assistirem patinar e acabou deixando a pequena livre na pista em meio as patinadoras. Aquilo me irritou profundamente. Ali não era lugar para uma criança de dois anos ficar correndo. Foram poucos minutos, mas o suficiente para baixar com força minha faixa vibracional.

Ele não fez por mal, eu sei. Estava ali com a melhor das intenções. Mas fiquei extremamente irritada por vê-lo sentado assistindo enquanto a Marina corria na pista para lá e para cá. Para completar ela subiu na arquibancada e não enxerguei a tela de proteção que havia no último degrau. Percebendo o perigo, gritei para que a retirassem dali e acabei caindo. Fiquei muito mais irritada por não conseguir patinar em paz sem ter que vigiar minha filha. Então meu marido, percebendo que não estava dando certo, pegou as crianças e foi embora. Mas a minha irritação ficou. Minha energia estava péssima. Mesmo assim, tentei me recuperar e seguir patinando. Aquele era o momento de ter parado, mas continuei e pior…  Sem as munhequeiras. Percebem que os sinais vão aparecendo e não percebemos? O primeiro tombo foi o primeiro sinal e eu simplesmente ignorei.

Quando entramos em sintonia com faixas vibracionais baixas automaticamente absorvemos toda a negatividade ao redor e acabamos sofrendo as consequências. Eu atraí a fratura pela irritação e negatividade.  Além disso, vocês já devem ter ouvido alguém falar que a inveja das pessoas gera uma egrégora negativa em cima do invejado e que ele não deve se mostrar tanto para se proteger dessa inveja. Sei que me exponho demais e sei que é normal ser invejada por pessoas pequenas que destilam maldade por onde passam, mas também sei que não devemos bloquear nossa vida por causa dessas pessoas, só não podemos vibrar na mesma faixa vibracional que elas, justamente para não absorver sua energia ruim. Se estivermos vibrando para cima, não nos conectamos com quem vibra na parte inferior e assim nos protegemos.

De tudo fica um grande ensinamento: Absolutamente tudo que nos acontece na vida fomos nós que atraímos. Nós temos o controle do lugar que queremos estar. Nós decidimos se vamos mergulhar num mar de negatividade e atrair tudo que essa faixa oferece ou se vamos disparar um gatilho mental positivo para sair disso. Parar, respirar, escutar uma música boa. Retomar o estado de tranquilidade, serenidade e alegria para seguir adiante. Com certeza, se eu tivesse feito isso não estaria digitando com apenas uma das mãos agora. Orai e vigiai.